Reurbanização Extrafísica e o Fim do Mundo em 2012

A pergunta que não quer calar:

O mundo vai acabar em 2012?

Com certeza, não. Dizem que o calendário Maia termina em 2012 e por isso o mundo vai acabar, mas antes de levar isso a sério, precisamos fazer algumas perguntas como:

a) quem eram os Maias?

b) Por que acredita-se que esses caras sabiam mais do mundo do que outras civilizações?

c) Será que o calendário deles só vai até 2012 porque a civilização Maia está extinta e o cara que fazia os calendários não pode mais produzi-los?

Apesar da histeria internáutica de místicos, marketeiros e líderes de seitas suicidas espalhados pelo mundo, fique tranquilo, o mundo não vai acabar, explodir ou ser varrido subitamente por uma catástrofe inenarrável.

O planeta está em transformação? Sim, entretanto-porém-contudo-todavia as transformações que ocorreram ao longo da história do planeta (até onde estamos cientes) sempre se deram de forma lenta e gradual (mesmo com os dinossauros, que não foram todos extintos no momento em que o meteoro atingiu a Terra, mas foram sucumbindo pela transformação gradual da atmosfera e da superfície terrestre).

As mudanças estão ocorrendo, mas é algo mais vibratório do que físico. Tem mais catástrofes? Talvez sim e talvez não. Explico: Temos um mundo globalizado, no qual em questão de segundos uma furacão nos EUA é noticiado para o mundo todo; ou um tsunami no Japão, ou mesmo um tremor de terra aí na sua cidadezinha do interior, ou seja, ficamos sabendo de todos os desastres naturais que acontecem mundo afora, dando-nos a impressão de estarem aumentando a quantidade desses fenômenos da natureza, porém, quem garante que eles já não aconteciam com a mesma frequência e quantidade pelo mundo todo antes do advento da globalização? Propiciada principalmente pela invenção da internet?

Mas esta é apenas uma visão intrafísica. Se olharmos para o extrafísico (através das experiências vividas por projetores conscientes e livros psicografados) podemos verificar que há um movimento de reurbanização extrafísica (reurbex) ocorrendo já a algumas décadas que acarreta efeitos na dimensão (ou plano) físico, contribuindo para a ocorrência de fenômenos naturais desastrosos que atuam na limpeza energética (holopensênica e morfopensênica) dos locais afetados, com intuito de reciclar as energias conscienciais estagnadas, geradas por centenas ou até milhares de anos de pensenização anticosmoética das Consciências Intra e Extrafísicas da Planeta Terra.

Estou tocando nesse assunto porque, além da “modinha” de que 2012 é o ano do fim do mundo (assim como diziam que o ano 2000 era o fim do mundo!), é que recebi um e-mail de um amigo muito querido (meu pai!) que traz uma entrevista com Sai Baba (um guru indiano) e tirando toda a carga religiosa, mística e gurulátrica, existem algumas ideias interessantes na entrevista.

Segue abaixo a entrevista, lembrando que a Conscienciologia não apóia nenhum tipo de gurulatria, religião ou sectarismo de qualquer espécie:

OBS.: Coloquei em negrito os pontos que penso serem mais importantes da entrevista.

19 de outubro de 2010

Sai Baba fala sobre 2012 em Entrevista

1. Ouviu falar de 2012 como um ano em que algo ocorrerá?

Bom, por um lado existem várias profecias que indicam esta data como um momento importante da história da humanidade, mas a mais significativa é o término do calendário Maya, cuja profecia foi interpretada de várias formas. Os mais negativos pensam que nesse ano o mundo termina, mas isto não é real, pois sabemos que neste ano começa a Era de Aquário.

Na verdade este planeta está sempre mudando a sua vibração, e estas mudanças intensificaram-se desde 1898, levando a um período de 20 anos de alterações dos pólos magnéticos que não ocorriam há milhares de anos. Quando ocorre uma mudança do magnetismo da terra, surge também uma mudança consciencial, assim como uma adaptação física à nova vibração. Estas alterações não acontecem apenas no nosso planeta, mas em todo o universo, como a ciência atual tem comprovado.

Informe-se sobre as mudanças das tempestades solares (que são tempestades magnéticas) e perceberá que os cientistas estão a par destes assuntos. Ou pergunte a um piloto aviador sobre o deslocamento dos pólos magnéticos, já que todos os aeroportos foram obrigados a modificar os seus instrumentos nos últimos anos.

Esta alteração magnética se manifesta como um aumento da luz, um aumento da vibração planetária.

Para entender mais facilmente esta questão, é preciso saber que a vibração planetária é afetada e intensificada pela consciência de todos os seres humanos. Cada pensamento, cada emoção, cada ser que desperta para a consciência de Deus, eleva a vibração do planeta. Isto pode parecer um paradoxo, uma vez que vemos muito ódio e miséria ao nosso redor, mas é assim mesmo.

Venho dizendo em mensagens anteriores que cada um escolhe onde colocar a sua atenção. Só vê a escuridão aqueles que estão focados no drama, na dor, e na injustiça. Aquele que não consegue ver o avanço espiritual da humanidade, não tem colocado a sua atenção nesse aspecto.

Porém se liberar sua mente do negativo, abrirá um espaço onde sua essência divina pode manifestar-se, e isto certamente trará o foco para o que ocorre de fato neste momento com o planeta e a humanidade.

“Estamos elevando a nossa consciência como jamais o fizemos”.

2. Como assim? Não percebe a escuridão?

Vejo-a sim, mas não me identifico com ela, não a temo. Como posso temer a escuridão se vejo a luz tão claramente? Claro que entendo aqueles que a temem, porque também fiquei parado nesse lugar onde apenas via o mal. E por esta razão sinto amor por tudo isso.

A escuridão não é uma força que obriga a viver com mais ruindade ou com mais ódio. Não é uma força que se opõe à luz. É ausência da luz. Não é possível invadir a luz com a escuridão, porque não é assim que o principio da luz funciona. O medo, o drama, a injustiça, o ódio, a infelicidade, só existem em estados de penumbra, porque não podemos ver o contexto total da nossa vida. A única forma de ver a partir da luz é por meio da fé. Assim que aumentamos a nossa freqüência vibracional (estado de consciência), podemos olhar para a escuridão e entender plenamente o que vivemos.

Mas como pode afirmar tudo isso, se no mundo existe cada vez mais maldade?

Não há mais maldade, o que há é mais luz, e é sobre isso que falo agora. Imagine que você tem um quarto, ou uma despensa, onde guarda suas coisas, iluminado por uma lâmpada de 40W. Se trocar para uma lâmpada de 100W, verá muita desordem e um tipo de sujeira que você nem imaginava que tinha naquele local.

A sociedade está mais iluminada. Isto é o que está acontecendo. E isto faz com que muitas pessoas que lêem estas afirmações as considerem loucura.

Percebeu que hoje em dia as mentiras e ilusões são percebidas cada vez mais rapidamente? Bom, também está mais rápido alcançar o entendimento de Deus e compreender a forma como a vida se organiza.

Esta nova vibração do planeta tem tornado as pessoas nervosas, depressivas e doentes. Isto porque, para poder receber mais luz, as pessoas precisam mudar física e mentalmente. Devem organizar seus quartos de despejo, porque sua consciência cada dia receberá mais luz. E por mais que desejem evitar, precisarão arregaçar as mangas e começar a limpeza, ou terão que viver no meio da sujeira.

Esta mudança provoca dores físicas nos ossos, que os médicos não conseguem resolver, já que não provem de uma doença que possa ser diagnosticada.

Dirão que é causado pelo estresse. Porém isto não é real. São apenas emoções negativas acumuladas, medos e angústias, todo o pó e sujeira de anos que agora precisa ser limpo.

Algumas noites as pessoas acordarão e não conseguirão dormir por algum tempo. Não se preocupem. Leiam um livro, meditem, assistam TV. Não imaginem que algo errado ocorre. Você apenas está assimilando a nova vibração planetária. No dia seguinte seu sono ficará normal, e não sentirá falta de dormir.

Se não entender este processo, pode ser que as dores se tornem mais intensas e você acabe com um diagnóstico de fibromialgia, um nome que a medicina deu para o tipo de dores que não tem causa visível. Para isto não existe tratamento específico – apenas antidepressivos, que farão com que você perca a oportunidade de mudar sua vida.

Uma vez mais, cada um de nós precisa escolher que tipo de realidade deseja experimentar, porém sabendo que desta vez os dramas serão sentidos com mais intensidade, assim como o amor.

Quando aumentamos a intensidade da luz, também aumentamos a intensidade da escuridão, o que explica o aumento de violência irracional nos últimos anos.

Estamos vivendo a melhor época da humanidade desde todos os tempos. Seremos testemunhas e agentes da maior transformação de consciência jamais imaginada.

Informe-se, desperte sua vontade de conhecer estas questões. A ciência sabe que algo está acontecendo, você sabe que algo está acontecendo. Seja um participante ativo. Que estes acontecimentos não o deixem assustado, por não saber do que se trata.

O primeiro ponto que podemos destacar é a mudança evolutiva do próprio planeta no qual vivemos atualmente. Na primeira pergunta, Sai Baba afirma que o mundo não irá acabar, mas sim está passando por transformações vibratórias. Sua frequência energética está se alterando e com ela a dos seres aqui presentes (nós humanos e todos os outros). Não é por acaso que estamos vivenciando um período de maior abertura consciencial, de abertura para a realidade multidimensional da Consciência pelos mais diversos meios, da história da humanidade.

Na segunda pergunta, quando ele fala em luz entenda como o Conhecimento Multidimensional e quando diz escuridão, entenda como a Ignorância Consciencial. Assim, pode-se concluir que cada vez mais pessoas estão se voltando para a sua (nossa) realidade consciencial, multidimensional, multiexistencial e imortal, contribuindo para a elevação do padrão energético do planeta. Com isso, estamos adquirindo maior conhecimento do que é o mais correto a ser feito e do menos correto, desde grandes ações até pequenos atos, mesmo que apenas mentais. Estamos mais suscetíveis a perceber as nuances de nossos pensamentos, sentimentos e energias.

Tendo maior conhecimento, nossas imaturidades (e incoerências) tornam-se gritantes para nós mesmos (e para os outros), incomodando-nos, deixando-nos com vergonha, para que busquemos melhorar nossas manifestações, evoluir nossas atitudes e pensenes (pensamentos, sentimentos e energias).

No último parágrafo Sai Baba fala sobre o que é prioritário nesse momento:

ESCLARECIMENTO

Procure pela informação, se esclareça. Abra sua mente para a Autoconscientização Multidimensional. Perceba-se como a Consciência multidimensional que você é, entenda seus veículos de manifestação, movimente suas energias, higienize seus pensamentos e eleve seus sentimentos e com isso se prepare para as mudanças que não vão, mas já estão, acontecendo.

E, meu amigo, se você quer continuar ressomando (renascendo) nesse planeta e caminhando na estrada evolutiva com suas Consciências amigas, é melhor agilizar seu processo evolutivo o quanto antes, senão você corre o risco de ir parar noutro planeta menos evoluído! ;D

E para quem acha que eu esqueci de responder às perguntas iniciais desse post digo que não esqueci não. Não vou responder a essas questões, vai pesquisar! ;P

Anúncios
    • Marcell”
    • 16 de junho de 2011

    A história mais divertida que eu já li sobre 2012 era que o planeta seria destruido na nossa dimensão e iria para outras, enquanto alienigenas resgatariam os corpos das pessoas que fossem boas e tranformariam em corpos quadridimensionais e os colocariam de volta na nova Terra. XD

  1. Que loucura! Iriam colocar um monte de corpos sem vida na nova terra? UHAUHUHAUHAUHAUH

    • André
    • 17 de junho de 2011

    Gostei do artigo e compartilho praticamente das mesmas idéias. Mas este último comentário “é melhor agilizar seu processo evolutivo o quanto antes, senão você corre o risco de ir parar noutro planeta menos evoluído”, é o mesmo discurso religioso de condenação ao inferno, só que dito com outras palavras.

    • Discordo de você André. É muito diferente falar que você vai “queimar eternamente no fogo do inferno” e dizer que você irá para outro planeta continuar sua jornada evolutiva lá, pois lá você não vai penar eternamente, simplesmente vai ter que mudar sua morada planetária até conseguir evoluir a ponto de poder voltar pra cá ou ir pra outro lugar.
      Isso é evolução!

    • Marcelo
    • 17 de junho de 2011

    Interessante como o discurso converge no que é essencial, como também podemos ver em alguns outros “gurus” que tem por ai.

    Só uma informação sobre a previsão dos Maias – O que chamou a atenção dos pesquisadores é que no mesmo calendário os Maias assinalaram com muita antecedência outros acontecimentos marcantes que vieram a se confirmar. Dentre estas “previsões” estava o final da própria civilização Maia. É algo, no mínimo, digno de atenção. ;^)

    Abs,

    Marcelo

    • Se você analisar, quase todas as religiões, tirando toda a simbologia e pesando a limitação de cada uma, falam das mesmas coisas. Entretanto, é preferível uma ciência que fala claramente e abertamente o que se passa, em detrimento de simbologias, metáforas e crença cega religiosa.

      Tá bom, os Maias merecem algum crédito, sim. Prever o próprio fim e não se desesperar é digno de crédito. Esses caras já deviam estar cientes da multidimensionalidade da Consciência.

      Mas não significa que nossa sociedade será extinta de uma hora para outra em 2012. Na minha opinião, nossa sociedade sofrerá sim uma forte reestruturação interna, como diriam em termos empresariais, sofreremos um “downsizing”, ou seja, uma redução no quadro de “funcionários” no planeta Terra, com todos aqueles que não estão aptos e não estão de acordo com a nova “política da empresa” serão expatriados e enviados a outras empresas mais condizentes com suas ideologias.

    • Fernando
    • 11 de janeiro de 2012

    Sei não, o Sai Baba de certa forma falou que o mundo está melhorando, mas nós sabemos que é devido a reurbex. Esse cara era muito bom em retórica e manipulador.

    Mas é um farsante que foi desmascarado falsificando milagres, isto foi denunciado até no youtube, com vídeos comprovando fraudes. Também foi acusado de pedofilia no seu templo por diversas pessoas e a justiça da Índia arquivou os processos por causa de ameaças e $$.

    • Eduardo
    • 1 de fevereiro de 2012

    Que saco essa evolução Discute-se isso ,aquilo.Vai acontecer isso e aquilo,está acontecendo isso também aquilo.Mas nada ,absolutamente nada impacta nossa rotina.Nossas necessidades continuam as mesmas. Recuperando cons pior ainda,daí é que vemos com mais clareza onde e como vivemos.
    Me ajuda aí o.

  2. Calma Eduardo! A coisa ainda vai piorar muito antes de melhorar. Vide Lei Marcial nos EUA e ACTA quase sendo aprovada.

      • eduardo
      • 2 de fevereiro de 2012

      Viu,só vai piorar,ACTA,PIPA,SOPA,belo menu.Pelos meus calculos e comentários de fontes ditas evoluídas,,o estado de coisas aqui,só muda depois de um acontecimento de escala global ,e nada agradável.
      De maneira repetitiva,surgem previsões para o “fim”,O mais recente é para 12/2012 dos ex vizinhos Mayas.Mas em essencia essas previsões trazem parece um sentimento sutíl de que muitos pensam da mesma forma,ou estão tendo os mesmos pressentimentos,de um fim.próximo.Estão chutando ,mas uma hora acertam,porque as energias de mudanças estão pairando no ar.
      Percebi mudanças drásticas em meu corpo físico nos ultimos 10 anos, meu maxilar inferior mudou de posição,minha arcada dentaria também mudou,perdi 20 quilos sem regime,minhas unhas da mão esquerda crescem que nem doidas,senti energias de modo adoidado,saidas do corpo,luzes mil,foi e está sendo uma zoeira geral.tanto físico como extrafisico.Mas o que me intriga é que não vejo isso acontecer de maneira massificada.So encontro na internet esses papos.Por que? Se é uma mudança vibratória da terra a maioria não nota nem sente nada?
      Desculpe meus devaneios aqui.Nem sei se é o lugar adequado.

  3. Tranquilo, Eduardo. Aqui é um local para discussão.
    Na minha opinião, as pessoas em sua maioria estão mais preocupadas com suas próprias vidas, com suas contas a pagar, com a cervejinha do fim de semana, com o futebol, com o reality show, do que com o que está ocorrendo. E tem mais um agravante: muitos são casca grossa mesmo, são tão ligados à matéria que não sente nada que não seja forte como um soco. A energia, as mudanças são sutis e progressivas. Quem mais percepção consegue sentir.

    Agora quanto ao lance da sua mandíbula, pode ser falta de aparelho mesmo. E os 20 quilos vc pode ter mudado sua alimentação. Quanto às unhas eu não. O que posso lhe dizer é o seguinte: essas mudanças físicas, primeiro vc deve consultar um médico, se fizer exames e o resultado for que vc não tem nada de errado, então pode começar a pensar se a causa é extrafísica. Primeiro vc deve eliminar se ão são distúrbios do corpo, depois de são de fundo emocional e depois de cunho energético.

    Quanto a encontrar mais informações pela internet é porque é mais fácil encontrar grupos afins pela rede mundial do que no dia-a-dia. Já que basta digitar uma palavra e vc acha inúmeras referencias e artigos sobre o assunto, diferente de na vida real.

      • Eduardo
      • 4 de fevereiro de 2012

      Achei engraçado o negócio do aparelho,nunca vi ninguém usando aparelho com 45 anos de idade.Quanto a perda de peso ,a única coisa que mudou na minha alimentação foi que eu comecei a gostar de doces,levantava de madrugada e comia um monte de bolo com refri,coisa que nunca fiz na vida,antes odiava até balinhas.Bom,quanto a patologias,me sentia muito bem sem nenhum sintoma desagradável.Hora,eu era gorducho,fiquei normal.,e me sentia bem.Se fosse ao médico ele me diria— meus parabens,você está otimo,e caia fora daqui.Ele teria razão,pois já se passaram 10 anos e continuo o mesmo.Bom,estou relatando isso aqui ,não para expor uma auto- biografia ou qualquer outro tipo de coisa,mas se algum vivente estiver passando por isso,talvêz se identifique e lhe seja útil de alguma forma.
      Qunto às unhas,leia a relação dos 51 sintomas,é só digitar no google.Prá dizer a verdade sou meio cético do que escrevem lá,mas nos sintomas parecem ter razão.Incrível como muita coisa bate.

  4. Eduardo, mais pai está nessa faixa de idade (45 anos) e colocou aparelho. Existe esse tipo de tratamento hoje em dia.
    Não conhecia esse lance de “51 sintomas” mas pelo que li, algumas coisas são simplesmente sensações de Estados Vibracionais, ou percepção energética, outros parecem coisas normais do corpo humano.

    • Eduardo
    • 6 de fevereiro de 2012

    Pelo que entendo,esses aparelhos são usados,ou por razão estética,ou alguma deformação decorrente de trauma ou alguma patologia.Nenhum desses é meu caso.Simplesmente o maxilar e a a arcada dentária mudaram de posição.Nã alterou em nada minha fisionomia nem a funcionalidade de nada.Só achei curioso,e comentei aqui ,por comentar.Quanto aos 51 sintomas também disse aqui em cima que sou cético quanto ao que comentam.lá.To pouco ligando a origem dessas anomalias,só estou impressionado com a acertiva de algumas delas.Claro que muitas pessoas tem esses tipos de sensações, dores,ou seja lá o que,e forçadamente se incluem no contexto.Na realidade o que acredito mesmo é numa evolução multimilenar e multiexistencial,e não é uma mudança vibratória ambiental dessas que comentam aqui que vai te trazer capacidades,percepções etc,tipo um presente da natureza.Até acho que se está havendo mudanças vibratórias ,mas essas mudanças se devem a nós mesmos que habitamos por aqui,senão não haveria como mante-las no decorrer do tempo.E tambem colocar às pessoas que devem se ajustar às mudanças sob pena de exclusão,é por demais compulsório e apocaliptico.Pratica comum até esses dias,mas em decadência progressiva.Antigamente nos assustavam com o capeta,agora com sua mudança para a Disneylandia,surgem os transmigradores de plantão com seus transportes estacionados na extratosfera aguardando lotação.Veja bem não afirmo que não exista transmigração ,apenas discordo que seja usada como argumento coercitivo.Como comparação poderia alertar a população que cavassem cavernas para se proteger contra o gigante vermelho,que o Sol se transformará.Estaria mentindo?Não.Só que o prazo não fecha.E no caso da transmigração que prazo cada um tem?Se a pessoa não evoluiu em milênios,vai evoluir em curto prazo porque foi alertada?
    Transmigração sim,mas como um processo permanente .,e não de agora.

  5. Interessante essa sua ideia da transmigração ser contínua e permanente, ela é mais lógica quando se pensa apenas na evolução separadamente de cada indivíduo, entretanto, não evoluimos sozinhos, de fato, somente evoluímos na interação com os demais, então, nada mais logico que eventos grandes como uma transmigração acontecessem de tempos em tempos (e não a todo momento) grande uma parcela significativa já estivesse apta (ou não apta) a transmigrar.

    Sobre a parte da coerção, da troca do “diabo” pelo transmigração, isso com certeza foi falha minha mesmo. Ainda que eu tenho estudado muito e consiga pensar um pouco diferente, ainda tenho resquícios de paradigmas que eu utilizava anteriormente. Por isso, peço desculpas, na verdade não era a intenção fazer com que parecesse coercitivo.

    De fato, esse penúltimo parágrafo do meu post sobre o “evolua senão vai pra outro lugar” foi mais uma expressão do sentimento que desperta em mim quando penso que posso parar noutro planeta menos evoluído e ter que recomeçar toda essa jornada evolutiva. É o mesmo sentimento de quando penso que, ao dessomar dessa existência atual, terei que ressomar na próxima e começar tudo de novo: perda de lucidez, reaprender a andar, falar, comer, se portar, raciocinar e por aí vai.

    • Eduardo
    • 14 de fevereiro de 2012

    Sabe-se que a permanência prolongada em ambientes com egrégora de crenças,vamos dizer assim,nos leva a sermos adeptos também.
    Você há de convir comigo,que discutir o que discutimos aqui é quase uma afronta à essa lei ,portanto nem eu nem você estamos livres dela .Hora a Terra está infestada de dogmas,religiões ,crendices etc,etc,etc.,isso pega de cheio em nós de modo permanente.E como na física quântica há um oceano de possibilidades em quase tudo, tanto eu quanto você podemos estar certos ou vice versa Claro que não evoluímos sozinhos,mas sempre vai haver quem aproveita mais as lições e se adianta,do contrário a transmigração não teria razão de ser.No entanto nada impede um “rush” nessa área.Vou fazer uma comparação simplista:.Se um aluno perturba os demais,é colocado prá fora,e não se espera que varios encomodem para tomar essa atitude.Em escala maior deve ser o mesmo ,pois nossa sala é imensa.
    Então permanentemente vai haver indivíduos em situação de transmigrar.
    O que impediria que fosse permanente?Questão de economia?Falta de mão de obra?Férias?
    Veja que são fatores materiais..
    E ser transmigrado deve ter suas vantagens,seriamos mais expertos que a maioria,o que não acontece aqui.rsrs

  6. Realmente, não consigo pensar em nenhum motivo consistente para que a transmigração não seja algo permanente e constante.
    Entretanto, posso afirmar que de tudo o que já li e estudei, nenhum transmigração ocorreu porque o indivíduo se destacou positivamente dos demais, sempre é porque ficou tão para trás, recusando-se, mesmo que inconscientemente a caminhar da estrada normal da evolução, tendo que ser, digamos, “expatriado” do planeta, para outro mais bruto, mais rústico, no qual possa recomeçar seu processo evolutivo.
    Para corroborar ainda mais com essa opinião, lança mão do exemplo do Serenão. O Homo Sapiens Serenissimus é a consciência/indivíduo mais evoluído que se tem registrado em pesquisas conscienciológicas, chegando sua potência de assistencialidade a abarcar grandes áreas do planeta. Agora, se ele é tão evoluído assim, por quê não transmigrou? Por que continua aqui com essa maioria não evoluída?
    E eu mesmo respondo: Porque sua responsabilidade perante a evolução dos demais é tão elevada e sua cosmoética é tão avançada que ele sabe que se for embora deixara a policarmalidade mal resolvida, ficará com pendências aqui e mais cedo ou mais tarde teria que voltar pra cá para terminar o que começou, então, já que está aqui, faz o que tem que ser feito até que sua presença não seja mais necessária e aí sim, partir para outro planeta.

    • Eduardo
    • 19 de fevereiro de 2012

    Voltando ao assunto de mudanças físicas,encontrei esse video que muito tem haver com tudo isso aqui.A titulo de informação é muito interessante.

    De uma olhada no tempo 1:01:28 ,mas veja o video todo e deixe teu parecer.

    Eduardo

    • Eduardo, achei o conteúdo do video bastante interessante, num resumo de tudo o que se lê e ouve por esse mundo afora. Só penso que algumas coisas tem-se que poderar, como por exemplo ele não citar o psicossoma ou o mentalsoma, tratando apenas da Consciência e depois indo direto para o energossoma e depois pra físico; a parte mística da coisa (anjos, duendes e etc) e tirando o fato de que como tudo é são lembranças dele de vidas anteriores e de periodos entre vidas, pode acontecer de algumas crenças que ele tinha se misturarem com os outros elementos citados.
      Mas a parte sobre as crianças índigo foi bem bacana, e a parte sobre a história da humanidade e a participação dos extraterrestres no processo foi a mais clara que já vi e a mais tranquilizadora bem como a parte sobre 2012, da transição ser lenta e gradual e que já está acontecendo.

    • Eduardo
    • 20 de fevereiro de 2012

    Ponderando um pouco de nossa parte sobre a não citação de psicossoma e mentalsoma,é que esses corpos não são conhecidos corriqueiramente pela massa ao qual o video é dirigido e em alguns casos contradiz o que se prega em religiões como a católica que diz que vamos “dormir” até o grande juízo .Aliás quase nada que se fala no vídeo podemos dizer que seja de domínio público,mas para não criar muita rejeição talvez tenha sido omitido.Tipo uma sensação minha que o espiritismo incorporou na marra o cristianismo para ter melhor chance de ser aceito no ocidente.Como se diz, dos males o menor.
    Concordo que o video é quase apanhado lógico do que graça por aí nesse assunto,e energéticamente o Stefano passa sinceridade,e quanto a elementos anímicos, é difícil localiza-los.No entanto penso que se eles influenciam o video,não influenciam em pontos cruciais que comprometam o objetivo do Stefano.Aplico o principio da descrença nesse video,mas não sou burro de ver elementos lógicos que somados aos experienciados sinalizam o conteúdo para o nível de atenção.E pensando bem ,qual a utilidade prática entre acreditar e estar informado sobre esses assuntos,usando a razão?

  7. Sim, o video como um todo e ao que se propõe: preparar as pessoas comuns a enfrentar as mudanças com naturalidade é bastante válido. Ele passa bastante tranquilidade e seriedade de uma forma muito natural.

  1. 17 de fevereiro de 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: